Em parceria com o Sytemic Bilingual, o primeiro programa de ensino bilíngue do Brasil, o colégio terá em 2018 o programa de educação bilíngue que utiliza a interdisciplinaridade  como base e aborda assuntos dentro das áreas de conhecimento. A língua inglesa é utilizada como meio de comunicação e instrução.

             O Systemic Bilingual não é uma escola de idiomas dentro do Colégio, mas um programa bilíngue integrado a proposta político pedagógica do Criativo: Não é apenas ensinar inglês, mas ensinar em inglês e isso faz a maior diferença porque o aluno aprende a falar em outro idioma, sem esforço, sem tradução e de forma natural da mesma maneira como aprendeu o português.

            O Systemic é o único programa bilíngue no Brasil credenciado pela Universidade de Cambridge para a aplicação dos conceituados exames Cambridge English, com isso os Colégios que aderem ao programa se tornam um centro preparatório Cambridge permitindo aos alunos a partir do 3º ano do Ensino Fundamental  I prestarem os exames dentro do próprio Colégio. É esperado que os alunos terminem o 9º ano do Ensino Fundamental com o  First Certificate in English  ( FCE ) um dos mais reconhecidos do mundo para ingressos em Universidades no Brasil e no Exterior. A taxa de aprovação dos alunos que utilizam o  Systemic Bilingual no Brasil é de 95% enquanto que a média de aprovação nacional gira em torno de 65%.

            Um dos destaques é o material didático desenvolvido especialmente para o programa considerando os diferentes estilos de aprendizagem e conceitos de inteligências múltiplas. É flexível, surpreendente, construído passo a passo pelos alunos da mesma forma como ele constrói a sua própria linguagem. Além disso, traz a interdisciplinaridade respeito à cultura Brasileira.

 

 

A decisão por manter o filho no programa de educação bilíngue e na escola de inglês cabe aos pais, nós não podemos interferir. O que podemos dizer é que o que o aluno estudará na escola de inglês, estudará no programa de educação bilíngue e muito mais. Ele não aprenderá apenas a língua, mas desenvolverá uma série de outras habilidades e competências e o conteúdo está totalmente ligado ao currículo da escola.

A formação das turmas acontecerá de acordo com a demanda. Caso a turma esteja completa com alunos da mesma faixa etária não haverá necessidade de agrupamentos. Caso isto seja necessário, a turma será formada juntando alunos com idades próximas aos cursos correspondentes: Mat.I/Mat.II, Mat.II/NI, NI/NII, NII/1º, 1º/2º e assim sucessivamente.

O programa pode ser inserido na grade e esse é um movimento natural das escolas que iniciam o programa de educação bilíngue como opcional. A primeira etapa é de familiarização com um novo modelo e uma nova estrutura e serve para que as escolas façam as adaptações e ajustes necessários para no ano seguinte inserir na grade

A escola sempre assume um compromisso de continuidade do programa junto ao Systemic e junto aos pais. Caminhar no sentido da educação bilíngue é um movimento sem volta e dificilmente uma escola deixa de oferecer um programa de educação bilíngue. Esse é um novo caminho das escolas brasileiras e a tendência é que isso aumente cada vez mais.

Para o Ensino Fundamental II
• Basicamente seguiremos a mesma lógica de implantação do Fundamental I. As aulas do Programa acontecerão por adesão e serão no final do período, das 12h40 às 13h50, de segunda à sexta-feira.
• Valorizamos a interdisciplinaridade proposta pelo Systemic e acreditamos que o planejamento das aulas nessa direção, garantirá aulas dinâmicas e significativas aos alunos.
• As três aulas de inglês já oferecidas na matriz curricular, tanto para os alunos que aderirem ao Programa e para os que não o aderirem, permanecerão na matriz.
• As salas terão no mínimo 10 e no máximo 20 alunos.
• Os alunos serão agrupados da seguinte maneira: 6º e 7º anos e 8º e 9º anos, mas se houver o número de alunos suficiente da mesma série, as salas serão formadas por séries individuais.
• Os alunos terão dois intervalos de 15 minutos, o primeiro às 9h e o segundo às 11h, onde poderão tomar um lanche reforçado.

 

Para o Ensino Médio
• a partir do 9º ano os alunos poderão fazer cursos no exterior. Estabelecemos uma parceria com a ABC International, que propõe tanto as viagens de cursos para aprimorar o idioma, como o High School , que é um programa destinado exclusivamente para adolescentes que estão cursando o Ensino Médio no Brasil.

I. Educação Infantil e Ens. Fund. I.

Período da manhã: das 11h50 às 13h.
LANCHINHO e demais necessidades: das 11h50 às 12h – já com o/a professor/a bilíngue.

Período da tarde: das 17h50 às 19h.
LANCHINHO e demais necessidades: das 17h50 às 18h – já com o/a professor/a bilíngue.
A soma dos 10 minutos destinados ao lanche corresponde à 50 min, os 10 minutos que faltam para completar as 6 horas serão destinados a entrega dos alunos aos pais, pelos professores bilíngues.

 

II. Fundamental II

Final do período: das 12h40 às 13h50, de segunda à sexta-feira.

O investimento é de 12 parcelas de R$360,00

Os critérios de desconto são os mesmos do currículo normal: 5% para o primeiro irmão, 10% para o segundo e 15% para o terceiro irmão.

Não necessariamente. Todos os profissionais que integrarão o programa de educação bilíngue passam por um processo seletivo com a escola e com o Systemic, que avaliará seu conhecimento linguístico e pedagógico. Os professores da instituição podem participar do processo, mas não têm nenhuma vantagem sobre os demais profissionais.

Preferencialmente são graduados em Pedagogia ou com licenciatura em Letras, mas obrigatoriamente devem ter proficiência na língua inglesa. Professores graduados em outras áreas serão considerados desde que sejam fluentes no idioma.

Após o processo de seleção, todos passam por uma formação teórica e prática. Eles estudam todas as teorias nas quais o programa está embasado e há uma formação prática de 40 horas presenciais. Após a formação inicial, os professores são acompanhados semanalmente pela equipe pedagógica do Systemic.

Sim, o Systemic é credenciado pela Universidade de Cambridge como centro autorizado e aplicador dos exames Cambridge English. Os alunos que participam do programa podem prestar tais exames na própria escola.

Em linhas gerais, podemos dizer que o objetivo do curso de idiomas é desenvolver a competência linguística do aluno dentro de uma hierarquia linguística e gramatical que enxerga a língua inglesa como uma disciplina a ser estudada e treinada com os alunos. Já no programa de educação bilíngue a língua é vista como um meio de instrução dentro de uma educação global e significativa para o aluno; passando por um processo subconsciente de aquisição linguística que torna isso mais natural e autêntico; é através da língua inglesa que o aluno terá contato com conteúdos das mais diversas áreas: matemática, história, geografia, ciências, artes, etc.

Dentro de um programa de educação bilíngue os alunos devem ser agrupados de acordo com a idade e o desenvolvimento cognitivo e não pelo nível de conhecimento no idioma. Um dos objetivos do programa é trabalhar em inglês com conteúdo interdisciplinar. Portanto, o foco da aula e do aluno vai muito além de ensinar e aprender inglês, mas ensinar e aprender em inglês, o que faz toda diferença. Além disso, podemos desenvolver outras habilidades como o trabalho em equipe, respeito, colaboração, atividades em duplas, entre outros.

Todos os alunos se desenvolvem naturalmente na segunda língua independente da aptidão linguística, pois as aulas são dadas por meio de conteúdo interdisciplinar e mensagens significativas para o aluno. Ele vai falar sobre assuntos que são familiares na língua materna e vai transitar de uma língua para outra com naturalidade. Ele não vai mais participar de aulas de inglês, mas de atividades realizadas em inglês integrando língua e conteúdo

Pelo contrário! O conhecimento dele no idioma vai além do que é necessário para ENEM e vestibular.

A adoção do programa de educação bilíngue do Systemic não altera em nada o trabalho feito pela escola na língua materna, ou seja, as aulas de todas as disciplinas continuam sendo dadas em português pelo professor regente ou especialista e são adicionadas aulas em inglês para prática de conceitos e muitas vezes reforço de conteúdo.

Quando o programa está na grade, as aulas de inglês curriculares não são mais necessárias, pois são automaticamente substituídas pelo programa de educação bilíngue. Quando o programa é por adesão, as aulas de inglês na grade permanecem iguais.

Sim, esse é o objetivo e o processo natural. A intenção de quem começa o programa por adesão é colocá-lo na grade no futuro.

Isso só acontece quando o programa é por adesão, ou seja, está fora da grade. Mas só acontece caso não haja alunos suficientes para formação de turma. Caso isso seja necessário, só podemos juntar na mesma turma alunos de idades próximas, por exemplo, alunos de 2º e 3º anos, 4º e 5º e assim por diante.

Sim. No início das aulas, organizaremos um período de adaptação afim de que a criança vá se acostumando aos novos horários e professores de forma gradativa.